Loading...

terça-feira, 1 de abril de 2008

Efeitos das Drogas.






Cocaína
Efeitos - Os primeiros efeitos são elevação de auto-estima e poder, seguidos de cansaço, insônia e perda de apetite.
Uso contínuo - Por ser uma droga estimulante do sistema nervoso central, a cocaína causa perda de tecido cerebral e danos a inteligência. Também gera tolerância, ou seja, para sentir os efeitos novamente é preciso usar doses maiores.
Estatísticas - Cerca de 40% dos usuários se tornam dependentes, e, 2% dos jovens brasileiros já experimentaram a cocaína.




Ecstasy
Efeitos - As sensações imediatas são de euforia e perda de inibições. Depois o corpo sofre queda de pressão e ânsia de vômito .
Uso contínuo - O corpo do usuário fica "acostumado"e, é necessário aumentar as doses cada vez mais para sentir os efeitos. Devido as oscilações de euforia e melancolia podem levar a depressão.O ecstasy é uma droga muito usada em casas noturnas de músicas eletrônicas e devido as etapas de consumo mais atividade física por tempo prolongado, o perigo é ainda maior, pois a droga eleva a temperatura do corpo e pode levar a morte.
Estatísticas - Não ha estatísticas do uso entre os jovens brasileiros, mas as constantes apreensões policiais mostram o uso crescente.


Maconha
Efeitos - Os efeitos são relativos. Em alguns usuários provoca euforia, já em outros provoca angústia. No geral, a maconha proporciona um relaxamento que pode levar a perda da noção do tempo e espaço.
Uso contínuo - As conseqüências podem ser distúrbios psicológicos, como depressão, ansiedade e até síndrome do pânico. Um jovem adolescente se torna apático e pode se tornar um adulto imaturo.
Estatísticas - Cerca de 1,1% faz o uso constate da maconha, sendo que 7,6% já experimentou.
Solventes (acetona, cola de sapateiro e lança perfume)
Efeitos - Quando lançados provocam tontura, formigamento dos membros e zunido no ouvido. O coração se torna mais sensível a adrenalina, o que pode causar ataque cardíaco.
Uso contínuo - Geralmente, a maioria dos jovens faz uso esporadicamente, ou usam apenas experimentam. O que pode ocorrer é a vontade de sentir efeitos mais prolongados, fazendo com que o jovem passe para drogas mais fortes.
Estatísticas - Cerca de 14% dos jovens já experimentou. Uma pesquisa feita na rede particular de ensino revelou um resultado importante: 20% dos alunos afirmaram já ter usado, o que mostra que não são os jovens de classes pobres os únicos usuários.
O mundo das drogas percorre um caminho arriscado, e na maioria das vezes, sem volta. É preciso parar e pensar nos danos causados a saúde e também no convívio social. Em instantes, uma atitude impensada pode ocasionar muitos erros e trazer arrependimentos para a vida inteira. Diga não às drogas e siga o caminho da vida.

Nenhum comentário: